Coleção Letteratura luso-afro-brasiliana

A coleção “Letteratura luso-afro-brasiliana“, da editora italiana Morlacchi Editore, de Perúgia, acaba de lançar mais duas traduções de autores cuja produção original é feita em Português. Além de Fronteiras perdidas, contos para viajar (Frontiere perdute, racconti per viaggiare), do angolano José Eduardo Agualusa, obra que inaugurou a coleção, já está disponível O caso do martelo (Il caso del martello), novela policial do gaúcho José Clemente Pozenato, prefaciada e traduzida pelo professor Brunello de Cusatis, da Faculdade de Letras da Universidade de Perúgia.
A coleção, que apresenta livros em edição bilíngüe português-italiano, deverá publicar mais três títulos em breve: Il giorno in cui Paperino s’è fatta per la prima volta Paperina (O Dia em que o Pato Donald comeu pela primeira vez a Margarida), do português João Melo, com tradução de Marco Bucaioni; Buona notte, signor Pessoa (Boa Noite, Senhor Soares), do português Mário Cláudio, com tradução de Brunello de Cusatis; e Racconti (Contos), do gaúcho Sérgio Faraco, também com tradução de De Cusatis.
A idéia da coleção é cobrir a produção literário do mundo ”lusófono” (não há uma vez que eu não escreva isso com pudor…), enfocando sobretudo destacados autores contemporâneos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s