”Kuxa Kanema: o nascimento do cinema” [Margarida Cardoso]

Kuxa Kanema: o nascimento do cinema
Margarida Cardoso, Portugal, 2003, 52’

Acabo de assistir a um documentário intitulado Kuxa Kanema [literalmente: o nascimento do cinema]. Basicamente, o filme é uma belíssima síntese das atividades do jornal cinematográfico Kuxa Kanema, criado pelo Instituto Nacional do Cinema (INC) de Moçambique logo após a Independência, em 1975. O objetivo era “filmar a imagem do povo e devolvê-la ao povo”. A produção teve alta receptividade na época, o material filmado era vastíssimo, mas um incêndio destruiu boa parte do legado em 1991. No entanto, salvaram-se várias imagens, diga-se: importantíssimas, que vieram a se tornar o documentário dirigido por Margarida Cardoso. São 52 minutos de imagens que, se já servem como testemunho dos anos iniciais da então república socialista moçambicana, igualmente mostram o poder do cinema de perpetuar as memórias de uma nação que muito teria a esquecer, mas que agora quer também ter recordações das quais se orgulhar.

Margarida Cardoso igualmente filmou a adaptação para as telas de “A Costa dos Murmúrios” [2004], baseada no romance homônimo de Lídia Jorge, outra escritora a quem, apesar de não ter visto as primeiras luzes da vida em terras africanas, muito me apraz citar aqui sempre que a oportunidade aparece. Outro título que por certo enquadro em minha categoria “tens que ver/ler”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s