Virgílio de Lemos "Ibo Deusa Coela Canthes"

Mais um poema “inédito” na web. Esse, por enquanto, só aqui neste blog. Desta vez é Virgílio de Lemos, jornalista e poeta moçambicano, quem nos brinda com um pouco de sua lírica com sabor de erudição e experimento. Desfrutem.

=|=|=|=|=|=|=|=|=|=|=|=|=|=|=|=|=|=|
Virgílio de Lemos (1929-); Ilha do Ibo, Moçambique.
=|=|=|=|=|=|=|=|=|=|=|=|=|=|=|=|=|=|

Ibo Deusa Coela Canthes

SindBAD
naufraguei
Ibo BOI
Med USADO
Boi YOB
Íbis ibo
Verd AZUL
Peix OLHO
Verte BRADO
Nos céus
Do vazio
O KOILOS
A KANTA
SUBMARINO
Extremado
TremeREI
tremILHA
iboCANTHE
frágil nau
a QUILHA
piroguei